Saiba como participar do Conexão Distrito, novo programa de residência do Manaus Tech Hub; Inscrições seguem até o dia 28/04

A iniciativa vai conectar indústrias do Polo Industrial de Manaus (PIM) a startups, através de desafios; Electrolux e Tutiplast são as participantes da primeira rodada.

Quem está inserido(a) no ecossistema de inovação, sabe que os programas de residência são ótimas oportunidades para as startups aprimorarem seus conhecimentos técnicos e, entre outros benefícios, proporcionam experiências únicas de aprendizado.

É com esse intuito que o Manaus Tech Hub (MTH) está com chamada aberta para startups interessadas nos desafios reais de grandes indústrias do Polo Industrial de Manaus (PIM), no seu novo programa de residência “Conexão Distrito”.

As participantes desta primeira edição são Electrolux e Tutiplast, e todas passaram por dinâmicas com o time de Inovação do MTH, a fim de elencar, cada uma, as suas três principais “dores”.

Inscrições

Até o dia 28 de abril, startups de todo o país podem realizar sua inscrição através do formulário disponível no site http://bit.ly/ConexaoDistrito-MTH/.

Seleção

A seleção contará com duas etapas: na primeira, uma Banca Avaliadora selecionará os finalistas para apresentarem seu pitch de negócios; na segunda etapa, serão escolhidas até 6 (seis) residentes do programa.

Uma Banca Avaliadora irá considerar as inscrições nos seguintes pontos:

  • Tempo de operação;
  • Modelo de negócios condizente com os desafios apresentados;
  • Capacidade de execução compatível com os desafios selecionados;
  • Fase na qual a startup se encontra;

Devido à pandemia, o programa vai ser conduzido de forma híbrida (principalmente na modalidade virtual), ampliando ainda mais a oportunidade para startups em todo o território nacional.

Conheça as indústrias participantes

  • Electrolux

Líder no mercado de eletrodomésticos nacional, a unidade da Electrolux em Manaus tem foco na fabricação de condicionadores de ar e micro-ondas para o mercado nacional e internacional.

Clique aqui e acesse os desafios.

  • Tutiplast

Com 27 anos de criação e um parque fabril de 7.500 m2, a Tutiplast Indústria e Comércio produz componentes plásticos para mais de 40 empresas do PIM, em diversos segmentos: eletroeletrônico, mecânico, informática, duas rodas, higiene pessoal, produtos descartáveis, etc.

Clique aqui e acesse os desafios.

Divulgação das startups selecionadas (residentes)

O resultado final da primeira rodada será divulgado no dia 15 de maio, nas redes sociais do Manaus Tech Hub e via e-mail para os selecionados.

O programa conta, ainda, com apoio institucional do Sidia, da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM), FIEMG Lab, Grandeal, STATE e das iniciativas Creative Startups e OCEAN Brasil.

Sobre o PIM

Com 54 anos de existência, o Polo Industrial de Manaus (PIM) é um dos mais tecnológicos parques industriais da América Latina, abrigando indústrias de ponta nos segmentos Eletroeletrônico, Duas Rodas, Naval, Mecânico, Metalúrgico e Termoplástico, entre outros, que geram mais de meio milhão de empregos diretos e indiretos.

MANAUS, 27/04/15 POLO INDUSTRIAL DE MANAUS – PIM FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM

Mesmo com a pandemia, o PIM registrou um faturamento de R$ 95,49 bilhões no período de janeiro a outubro de 2020, o que representa um aumento de 9,71% em relação ao mesmo intervalo de 2019 (R$ 87,04 bilhões).

Sobre o Manaus Tech Hub

O Manaus Tech Hub é um espaço que tem como objetivo promover o desenvolvimento e o crescimento de startups na Amazônia, com inovação aberta e oportunidades em novos negócios.

Trata-se de uma iniciativa do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, maior instituto de PD&I do Brasil, para contribuir com o ecossistema de inovação da região Norte. Atualmente, cinco startups de Manaus recebem acompanhamento especializado no Batch Zero do programa de aceleração “Green Up Accelerator”.

Leave a comment